Escrita interior

Instalou-se o desejo de libertar-se. Não havia mais o que fazer com aquele sentimento desagradável e desajeitado. Já percebera que não havia solução para aquilo. Não se pode mudar as pessoas, nem desejar que as situações se resolvam por si mesmas. Há o desejo sempre infantil de que alguma mágica aconteça. Mas não… ela talvez aconteça por meio das palavras. Terapia. Fala-se, escreve-se, compõe-se, rima-se, transforma-se o vivido. Muda-se o que vai dentro, não o que está fora. Tarefa árdua e necessária. Desejo de conseguir rir daquilo que faz chorar.

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

3 comentários em “Escrita interior

  1. A palavra tem um poder maravilhoso e maléfico de curar e ferir, de inspirar e de desmotivar, de fazer nascer e de destruir…Palavras são como aqueles pregos na tábua… mesmo depois de retirados, deixam marcas, ora mais, ora menos profundas…Suas palavras me marcam de um modo \”especialmente especial\”… Meu carinho a você, amiga!Beijos,RÔ

    Curtir

  2. A vida parece não ter solução. Parece ter soluços e risos. Viver é ir contra a morte que se insinua diariamente e continuamente. É preciso desgrudá-la de nossa pele, de nossos pensamentos e sentimentos. Reconhece-la todos os dias, olha-la e dizer: fica para depois. Viver é uma tarefa para aqueles que não querem morrer em vida. Morrer é facil: basta se entregarPapi

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: