Chuva incessante

Quando chove sem trégua Como há quatro dias, sem pausa Nos sentimos enamorados pelo sol E esquecemos, por momentos (longos?… pequenos?) Do desagrado que trazem o calor e o suor. Não deixamos de nos queixar, Apenas mudamos o objeto da queixa (do sol para a chuva). A ausência muda a forma de pensar sobre asContinuar lendo “Chuva incessante”