Aniversário

Meu pequeno hoje faz 15 anos, o que o faz não ser mais tão pequeno assim. Nasceu num belo dia de inverno, ensolarado e frio, final de uma Copa do Mundo. Enquanto todos assistiam ao jogo entre Itália e França, ele se aninhava em meus braços, em meio a murmúrios de recém-nascido. Gostava muito deContinuar lendo “Aniversário”

17 anos

Hoje ele faz 17. O tempo entre o sonho, a barriga que se avolumou e ele tão dono de si, parece o mesmo de um suspirar. Ele trouxe cores, cheiros e sons novos para minha vida. Virou o que eu pensava saber do avesso, quebrou minha rotina e meus horários, acordou-me por muito tempo antesContinuar lendo “17 anos”

Pequenos

Gosto dos pequeninos. Quanto menores e mais novos, mais trabalho e cansaço nos dão. Mas, ao mesmo tempo, nunca serão tão nossos como quando são apenas pequenos. Protegidos em nosso mundo previsível e rotineiro, vivem totalmente vinculados à nossa própria existência. Gosto de pegá-los ao colo. De beijá-los sentindo o cheiro gostoso de suas peles.Continuar lendo “Pequenos”

Trigêmeos

Minha irmã teve três bebês. Trigêmeos. Três de uma só vez, juntos. Milagre da vida e da ciência. Tudo em triplo: sustos, alegrias, descobertas, choros, fraldas, resfriados, banhos, tombos, cansaço… E o encantamento… Três pequenas criaturas diferentes que nos seduzem em dose tripla. Não os tenho por perto. Moro longe. Sinto falta de vê-los crescerContinuar lendo “Trigêmeos”

Infância

Fim de dezembro, muito calor e as crianças todas indo à escola de bermuda e camiseta sem mangas. Neste dia, meu filho de apenas três anos cismou de ir à escola de botas de montaria. Sim, bermuda, camiseta sem mangas e botas de montaria. Quase ridículo! E absolutamente genial, maravilhoso! Quando mais, a não serContinuar lendo “Infância”