17 anos

Hoje ele faz 17. O tempo entre o sonho, a barriga que se avolumou e ele tão dono de si, parece o mesmo de um suspirar. Ele trouxe cores, cheiros e sons novos para minha vida. Virou o que eu pensava saber do avesso, quebrou minha rotina e meus horários, acordou-me por muito tempo antes do que eu desejei, regurgitou, quando bem pequenino, nas minhas roupas e, ainda assim, a cada dia, eu o amei mais e mais.

Tenho-o visto crescer e se tornar quase um homem. Tenho acompanhado suas preferências, seus desafetos, seus sonhos, sua força. Acho-o lindo em seus sorrisos, sua inteligência, seu perfume sempre presente.

Podemos pensar diferente, discordar de coisas, discutir por vezes. Podemos rir juntos, planejar viagens, gostar dos mesmos programas. Ele está autorizado a ser ele mesmo, a errar para acertar o passo, a questionar o que não entende, a se opor aos meus ideais. Não há condições para meu amor por ele.

Hoje é o seu aniversário. Não importa que ele faça 7, 17, 77, sempre será meu menino. E o tempo de sua vida é o mesmo de ser eu mãe.

Mas hoje ele faz 17. Vamos celebrar seu nascimento, celebrar a vida. O Natal aqui começará mais cedo.

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: