Lírica

Há tristeza pelos versos incompreendidos

Pelo poema que, pela métrica

Permaneceu sem rima.

Há dor por querer suas palavras aceitas

Esquecendo-se que a estética

Não desobriga a busca de sentido.

Há desejo de novas poesias

Caóticas, intensas e complexas

Que seduzem pela verdade das ideias

Fieis que são a todo sentimento.

Tela de Josep Moncada, 2016.

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

11 comentários em “Lírica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: