O livro dos abraços

Quando Lucia era pequena, leu um romance escondida. Leu aos pedaços, noite após noite, ocultando o livro debaixo do travesseiro. Lucia tinha roubado o romance da biblioteca de cedro onde seu tio guardava os livros preferidos.
Muito caminhou Lucia, enquanto passavam-se os anos. Na busca de fantasmas caminhou pelos rochedos sobre o rio Antióquia e, na busca de gente, caminhou pelas ruas das cidades violentas.
Muito caminhou Lucia e, ao longo de seu caminhar, ia sempre acompanhada pelos ecos daquelas vozes distantes que ela tinha escutado, com seus olhos, na infância.
Lucia não tornou a ler aquele livro. Não o reconheceria mais. O livro cresceu tanto dentro dela que agora é outro, agora é dela.

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

Um comentário em “O livro dos abraços

  1. O texto fala da transformação das coisas. No caso de um romance que mudou a vida e da vida que mudou um romance. Penso que quando abraçamos alguém que chega estamos abraçando o passado dela que julgamos conhecer.Não sabemos quem estamos abraçando agora. No que se transformou? Certamente não é a mesma pessoa.Fico feliz mesmo assim. Não tem como resolver esta equação indeterminada.Papi

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: