Finito

Certa nostalgia pelas coisas chegadas a termo, não simplesmente pelo que já foi, mas pela sempre presente percepção da finitude de todas as coisas.

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

4 comentários em “Finito

  1. Toda opção é a perda do que deixamos para trás, após optar.É também ganho da opção e responsabilidade por ela.Assumir as perdas é inerente ao processo de ganho ativo e desejado. O desejo implica numa direção da libido, num trajeto,num abandono de outros caminhos que ele poderia ter.Luiz A.Bittencourt

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: