Não seja gentil (Yalom)

Eu eu era tão seguro. Que arrogância! E agora, que tipo de verdade eu estava perseguindo? Acho que meu alvo é a ilusão. Eu luto contra o encantamento. Creio que, embora a ilusão seja muitas vezes alegre e confortadora, ela essencialmente sempre enfraquece e constringe o espírito…
A vida não examinada não vale a pena ser vivida…

Publicado por Ana Luisa Bittencourt

Não sou escritora, nem blogueira. Apenas escrevo, eventualmente, em verso ou prosa. Meus textos são todos autorais.

2 comentários em “Não seja gentil (Yalom)

  1. Não sei se minhas palavras ficaram claras. Ao falar que a vida não examinada não vale a pena ser vivida, quis colocar minha sincera visão de que não sei como se pode viver apenas \”na superfície\”. É o desperdício de um dom, de uma dádiva – a vida! Ao mesmo tempo, ao mergulharmos fundo em nós mesmos descobrimos mil coisas – boas e ruins, resolvidas e insolúveis – e não há como passar em branco por esta experiência. É avassaladora!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: